Minha mãe cometeu suicídio

Por: Román Reyes (Spain)

Vivo em um pesadelo diário do qual não posso sair, já que minha mãe decidiu dar um fim à própria vida pulando do sexto andar do apartamento onde morava. Sua partida é injusta e sua morte era perfeitamente evitável. Como as 10 pessoas que hoje, estatisticamente, vão se matar. Quantas mais pessoas precisam cometer suicídio para que uma ação seja tomada?

Que sua mãe diga, chorando, que ela quer morrer e que precisa ser internada é muito difícil. Mas é ainda mais difícil levá-la para o hospital, implorar para que a internem e que digam não, mude o remédio e vá para casa. Você vive durante anos com medo constante se um dia acontecer o que acabou acontecendo.

Comecei uma petição para pedir ao Ministério da Saúde medidas urgentes de prevenção para evitar suicídios mais evitáveis, como o da minha mãe. Quanto mais estivermos, mais importância darão a este problema ao qual devemos reagir URGENTEMENTE. Os suicídios são A PRIMEIRA CAUSA DA MORTE NÃO NATURAL NA ESPANHA, duas vezes mais pessoas morrem por suicídio do que por acidentes de trânsito (e muitos dos suicídios não são identificados como tal). Por favor, não podemos ignorar isso.

Não queremos um plano em PDF, queremos medidas reais: mais recursos para saúde, mais psicólogos na saúde pública, mais capacitação.

Por favor, ajude a evitar mais suicídios como o da minha mãe. Peçamos todos juntos uma solução urgente para o Ministério da Saúde. Nós precisamos:

– Mais recursos de saúde para que as pessoas em risco de suicídio não sejam mandadas para casa e permaneçam hospitalizadas pelo tempo que for necessário.

– Mais psicólogos em Saúde Pública. A proporção por paciente na Espanha é ridícula. Não pode ser que peça uma consulta urgente e eles marcam essa consulta só em três semanas.

– Mais treinamento em prevenção ao suicídio, tanto para profissionais de saúde, como também para forças de segurança do Estado, bem como para famílias que convivem com pacientes.

– Serviços especializados de emergência. Até pedi ajuda, contando que minha mãe já havia feito tentativas de suicídio anteriores, mas recebeu alta mesmo com esse aviso. Por ser uma emergência tão delicada, deve haver um plano de ação mais rápido de prevenção.

– Sistema de conexão com as pessoas afetadas. Redes pessoais são essenciais e minha mãe, como muitos outros pacientes, tendia a se isolar em sua tendência autodestrutiva.

– Educação emocional da escola. Eles nos ensinam a somar e nunca nos ensinam a processar uma dor tão forte quanto essa.

Para minha mãe já é tarde, mas agora é nossa obrigação evitar que abandonem gente como ela. E É URGENTE. Por favor, faça esta mudança. Existem muitas, muitas pessoas para as quais ainda temos tempo. Por favor, me ajude assinando e compartilhando minha petição: change.org/stopsuicidios

Eu te amo, mãe. Isso vale para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A empresa processa seus dados para facilitar a publicação e gerenciamento de comentários. Você pode exercer seus direitos de acesso, retificação, exclusão e oposição, entre outros, de acordo com nossa Política de privacidade .